Sirene na Av. Paulista

Já que estava falando ontem de São Paulo, lembrei de uma curiosidade, que eu já pesquisei até no Google. Acho que essa só quem trabalha na Avenida Paulista sabe: todo dia pontualmente ao meio dia toca uma sirene, como essas de fábrica. Eu só nunca consegui descobrir de onde é esta sirene. Se alguém souber, comente aqui...Curiosidades de São Paulo, esta cidade tão grande...Você já tinha ouvido falar disso?

6 comentários

  1. Essa sinere que pode ser ouvida em quase toda a Paulista, sai do número 900, 17º andar. É o prédio da Fundação Cásper Líbero, onde funciona a rádio e tv gazeta, a faculdade Caper Líbero, cinemas e teatro. Todo dia, ao meio-dia em ponto, essa sirene é disparada. Trabalho no prédio ao lado, mas só consigo ouvir quando estou na rua.

    ResponderExcluir
  2. Eu trabalho no prédio da frente...E consigo ouvir de dentro do prédio mesmo.

    ResponderExcluir
  3. ...todos os dias, às 12h. Durante a guerra, as sirenes eram usadas para avisar os parisienses sobre a iminência de ataques aéreos. Em 1938, elas foram trazidas a São Paulo pelo jornalista Cásper Líbero. Embora atualmente seus alertas só se referiram à hora do almoço, as sirenes não perderam importância: elas fazem parte da rotina de quem trabalha na região.

    Fonte: Folha On-line
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u128814.shtml

    ResponderExcluir
  4. vejam porque essa sirene toca no link: http://www.propagandista.jex.com.br/curiosidades/sirene+da+av+paulista

    ResponderExcluir
  5. vejam porque essa sirene toca no link: http://www.propagandista.jex.com.br/curiosidades/sirene+da+av+paulista

    ResponderExcluir
  6. No topo do prédio já existia a sirene que depois foi transferida para a Av. Paulista.

    Leia:

    O Palácio da Imprensa foi contruído especificamente para abrigar toda a estrutura de um jornal, na antiga Rua da Conceição, atual Avenida Cásper Líbero.
    O prédio mantinha em seu segundo subsolo duas rotativas encomendadas sob medida na Alemanha, além de um auditório no quarto andar e uma discoteca no terceiro andar, pois Cásper Líbero já previa a aquisição de uma emissora de rádio.
    Havia, ainda, um salão de conferências, denominado Centro de Debates Econômicos Cásper Líbero, que se notabilizou por receber conferencistas de alto nível, como economistas e políticos do Brasil e do exterior.
    No topo do edifício, de oito andares, estava instalado um restaurante com um salão de festas contíguo, de nível intermediário, chamado "Roof de A Gazeta". Tornou-se famoso por receber diplomatas, políticos, executivos de multinacionais e jornalistas de todo o mundo. Seus "reveillons" eram famosos e contavam com a presença de dirigentes esportivos e atletas de fama internacional.

    ResponderExcluir

Gostou do que leu? Comente aqui ou compartilhe a postagem

Reserve seu hotel

Booking.com

O que você procura?

Inscreva-se por email e receba nossas atualizações

* indicates required

Powered by MailChimp