Mais Morning Glory - na Austrália

Um pouquinho mais sobre esta formação de nuvens. A foto acima foi tirada na Austrália.

No próprio site do Globo, diz que este fenômeno costuma ser muito apreciado por pilotos de motoplanadores. Esta formação de nuvens é difícil de prever e, quando acontece, é comparável a uma onda perfeita para os surfistas. As nuvens Morning Glory são raríssimas no mundo.

Sua formação requer condições muito especiais, não encontradas facilmente em nosso planeta. Essas nuvens podem ter desde um par de quilômetros até 1500 km de comprimento.
Uma Morning Glory se forma como uma "pororoca", quando o rio é represado pela maré cheia até que o equilíbrio se rompe e uma onda é formada. No caso da Morning Glory, ela se forma quando uma massa de ar quente tropical descendo do Equador para latitudes baixas encontra uma massa fria e não consegue ultrapassá-la. A pressão se acumula no lado quente, e uma barreira estática de nuvem é formada.
Quando o sol nasce e esquenta o ar frio, o equilíbrio se rompe, e a nuvem começa a se mover. Por esse motivo o nome dado é Morning Glory (ou "Gloria da Manhã"): o fenômeno só acontece logo após o nascer do Sol. A Austrália, mais precisamente no Golfo de Carpenteria, no extremo Norte australiano, é o lugar do mundo onde sua incidência é maior, ocorrendo basicamente (e somente) entre o fim de setembro e o fim de outubro.
Essa nuvem é tão extensa que pode ser vista por satélites como uma longa tripa. Uma vez formada, a nuvem se desloca para latitudes mais baixas a uma velocidade entre 30 e 50 km por hora, até desaparecer de repente, da mesma maneira que se formou.

Fonte e Leia mais:

0 comentários

Gostou do que leu? Comente aqui ou compartilhe a postagem

O que você procura?